terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Bizarrices da medicina que todo estudante da saúde – ou não, devia saber

A postagem que se segue possui imagens fortes. Não recomendada a menores de 14 anos.

A medicina evoluiu muito nos últimos anos, mas houve um tempo que a coisa era feia, literalmente.

Peste Negra

Peste negra é a designação pela qual ficou conhecida, durante a Baixa Idade Média, a pandemia de peste bubônica que assolou a Europa durante o século XIV e dizimou entre 25 e 75 milhões de pessoas (mais ou menos um terço da população europeia), sendo que alguns pesquisadores acreditam que o número mais próximo da realidade é de 75 milhões, aproximadamente um terço da população da época.


Os médicos usavam essas máscaras que parecem aves, pois elas continham substâncias com algum aroma e que, segundo eles, tinham propriedades curativas.

Autoabdominoplastia

Essa é recente
Abdominoplastia é uma cirurgia estética que tem como objetivo diminuir o diâmetro abdominal. Normalmente quem a faz é um cirurgião plástico em seu paciente, mas nesse caso, o próprio cirurgião operou a si mesmo. Ato condenado pelo Conselho Federal de Medicina e Associações de cirurgia plástica. Veja o vídeo abaixo, as imagens são fortes, para os desavisados. No final do post tem o link com entrevista com o médico e sua justificativa para realizá-la.



Implante de nariz na testa

Essa também é recente. Cirurgiões chineses fizeram crescer um ‘nariz’ artificial na testa de um paciente. O ‘órgão’, construído com cartilagem retirada da costela do próprio paciente, será transplantado para substituir o nariz danificado por uma infecção.


Homem de duas caras

Essa é do século XIX. Dá medo.

Você reclama que seus amigos são falsos e que possuem duas caras? Edward Mordrake – o homem com uma face demoníaca (como o próprio Edward se dizia) atrás da cabeça que, bizarramente, não podia comer ou falar, mas podia sorrir e chorar. Edward se matou aos 23 anos, pois nenhum cirurgião era capaz de remover o rosto extra. Durante a noite, enquanto ele tentava dormir, o rosto da cabeça ria ou chorava e ficava fazendo expressões que ele sentia, mas não podia controlar.

Síndrome da mão alienígena

Imagine você querer dormir e sua própria mão tentar te enforcar, ou ficar te fazendo cócegas ou dando tapas na sua cara. Sim, existe essa doença. O paciente sofre por ter uma das mãos a qual não consegue controlar e estranhamente a mão costuma ser chata e ir de contra quase tudo o que a pessoa gostaria de fazer. Alguns pacientes já chegaram a amarrar as mãos nas costas para ela se aquietar. Tenso, muito tenso.


Cirurgiões americanos


Na guerra civil americana, os cirurgiões tinham “ferramentas” modernas para tratar os feridos de guerra. Aliás, na cirurgia é onde surgem os casos mais bizarros da medicina, como no item a seguir.

Anestesia com paulada na cabeça

Na pré-história da anestesiologia, se aplicavam golpes na cabeça, embebedavam o paciente ou simplesmente 6 homens bem fortes seguravam o pobre doente pra que o cirurgião pudesse realizar a cirurgia. Tudo em prol da cura. A medicina já nasceu humanizada; e isso não é uma crítica.

Doutor, nosso paciente esta anestesiado com o protocolo 126, paulada na cabeça, e já está pronto para cirurgia!

Eletrochoque
Imagem hollywoodiana do procedimento
Esse item só está aqui para desmistificar o procedimento. Ele é realizado até hoje, é indolor (paciente em anestesia - não é a paulada na cabeça, viu?!), é eficaz e, pasmem, é a primeira escolha para tratamento de depressão grave em gestantes e, ao contrário dos antidepressivos, não causam mal ao feto. É ótimo tratamento, porém, os filmes de Hollywood e  ignorância das pessoas (além do alto custo), impedem de ser empregado mais comumente.


Procedimento realizado sem cuidados anestésicos, o que, historicamente contribuiu para o preconceito ao procedimento que, hoje, é realizado de forma segura e com ótimos resultados terapêuticos.
O nome correto é eletroconvusoterapia. 

Criança-aranha

Um bebê que nasceu com quatro pernas e quatro braços causou alvoroço entre religiosos na cidade de Baruipur, no leste da Índia. Habitantes locais acreditam que o menino é a reencarnação de um deus, já que a maioria das divindades hindus possuem diversos membros.
Centenas de pessoas andam pelas ruas próximas ao hospital implorando para ter acesso ao recém-nascido. Felizes, os pais do bebê afirmam que ele é filho do deus hindu Brahma, que também possui 8 membros.



De acordo com as explicações médicas, os dois braços e as duas pernas extras são frutos de um irmão gêmeo que não se desenvolveu corretamente e se fundiu ao abdômen  da criança.

Veja mais imagens bizarras da medicina:

Objeto bemmm antigo, usado para treinamento de estudantes de medicina. Tem um desse numa universidade da Bolívia para treinar alunos [ironic mode]

Teratoma. Dentro desse tipo de tumor se pode encontrar cabelo, dente, ossos, olho e muitos outros tecidos humanos. Nojento e interessante.
Teratoma. Dentro desse tipo de tumor se pode encontrar cabelo, dente, ossos, olho e muitos outros tecidos humanos.

Tratamento de doenças diversas com sanguessuga. brrr


Tumor gigante na perna.

Além dessas bizarrices, existem muitas outras na medicina, como as receitas dos cubanos. Vejamos:

Azitromicina de 8/8

Líquido amniótico (aquele da gravidez) confundido com liquido ascítico?! É serio?

Sem comentário. Receita feita pelo Tarzan. 

Esse ultimo medicamento é de uso veterinário.


90 ui de insulina é assassinato.

Daqui ha alguns anos, essas receitas estarão em algum post com as bizarrices da medicina do passado. Perae...



Veja aqui a entrevista do médico justificando sua conduta de operar a sim mesmo.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...