domingo, 6 de outubro de 2013

É possível trabalhar enquanto faz medicina na Bolívia?



Uma pregunta que aqueles que estão pensando em estudar medicina na Bolívia sempre me fazem é se existe a possibilidade de trabalhar enquanto estuda.
Todos sabem que muitas pessoas não têm recursos financeiros para manter-se longe de casa, pagar faculdade, aluguel, agua e luz, transporte e alimentação; isso não é novidade, afinal, não são todos que têm papais endinheirados que possam prover recursos para que seu filho viva confortavelmente sem precisar trabalhar.  Seria ótimo se todos não precisassem de uma fonte extra de renda, mas nem sempre é assim.
Mas, em se tratando de um curso como medicina, a pergunta passa a ser mais complexa. 
Leia também:

Será que dá para trabalhar, estudar e aprender?


Quando sai do Brasil para cá, vim com a ideia de que pudesse arrumar alguma coisa onde pudesse trabalhar e sobreviver por mim mesmo. Pensei em trabalhar como enfermeiro (minha profissão) ou em qualquer coisa que pudesse me sustentar, mas quando cheguei aqui, percebi que é muito mais complicado do que se imagina.
Primeiro, as aulas tem horários irregulares. Na segunda feira tem aula de manhã, na quinta tem aula a tarde (por exemplo) e assim sucessivamente. Quase nenhum trabalho adaptaria o profissional a tais horários. E, pior, tem dia que precisa estar na universidade num período integral e fora as práticas hospitalares. O dia já é curto só fazendo medicina, sem trabalhar.
Outra questão é que, mesmo que o trabalho se adeque a seus horários, no semestre seguinte, seus horários mudarão e o trabalho terá de se adequar a sua necessidade novamente; isso se torna inviável para o empregador, que tem opções abundantes de trabalho de nativos.
Acrescente a tudo isso o salário. Aqui na Bolívia a média salarial de qualquer profissão é muito baixa. Para ter ideia, um médico ganha ao mês, para dar aulas nas universidades, em média cerca de 1300 BS (bolivianos), isso seria cerca de R$ 430. E o mesmo que ganham os policiais militares. Imagine quanto ganha outros profissionais.
Sempre que os que estão no Brasil e querem estudar na Bolívia tratam comigo o quesito “trabalhar e estudar medicina na Bolívia”, se é possível, eu sempre digo: “sim, é, mas inviável. Você pode trabalhar, se quiser e conseguir (e quase não tem empregos), mas terá de trabalhar muito, ganhar pouquíssimo e não conseguirá estudar”.

E qual a solução?


A solução dependerá do seu bolso ou de sua criatividade. Alguns criativos conseguem ganhar algum dinheiro vendendo trufas, coxinha, esfirras, entregando gás, vendendo marmitex (quentinha), fazendo manutenção de PC (meu caso) ou ar condicionado, dando assessoria (nosso caso), como diarista e assim por diante; tem gente se virando de todas as formas por aqui, mas na maioria dos casos, o dinheiro que ganham é somente uma complementação ao que a família envia do Brasil, ou seja, ninguém vive com essas rendas. Já, quem tem alguma grana para investir abrindo algum negócio, o que mais dá certo é restaurante de comida brasileira (leia aqui), lanchonete com salgados brasileiros, pizzaria e etc; tem gente que ganha tanto dinheiro com isso que se torna independente financeiramente aqui na Bolívia e não precisam de fundos vindos do Brasil; principalmente se o ponto for bom.
Resumindo
É possível trabalhar? Sim, mas trabalhará muito e ganhará pouco e ainda precisará de dinheiro do Brasil do mesmo jeito.
Compensa trabalhar assim? Não. Você não conseguirá dinheiro e nem estudar.
Qual a solução? Se tem dinheiro, investir em um negócio, se não tem, ser criativo e fazer algo por conta própria para complementar a renda que vem do Brasil.
Leia também:

Reações:

2 comentários :

  1. Eu acabei de se forma em serviço social sera q ae tem bastante emprego de assistente social para trabalha e estudar medicina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, amigo, é quase impossível conseguir emprego aqui de alguma área específica; normalmente, brasileiro trabalha, tem algum negócio próprio. Abraço.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...