sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Assalto a brasileiros em Santa Cruz - falsos policiais


Este post tem apenas intenção de alertar aos brasileiros que cursam medicina na Bolívia, principalmente os novatos que, em muitos casos, desconhece certas realidades.

A maioria dos bolivianos acreditam que os brasileiros que aqui vivem (pra estudar) são endinheirados (e muitos são mesmo) e alguns bandidos aproveitam para cometer crime seja assaltando ou extorquindo dinheiro de brasileiro menos cuidadoso ou desinformado.

O que está na moda agora é uma modalidade de sequestro relâmpago como descreverei a seguir:



Brasileiros a vista

O brasileiro chama muito atenção entre os bolivianos. De longe dá pra ver quem é brasileiro e raramente se confunde, desta forma, um grupo de bandidos (dentre eles, policiais) de carro, ao ver um brasileiro na rua sozinho (ou, no máximo em dois), para o carro e, sem descer do mesmo, aborda esses estudantes e se identifica como sendo policiais da INTERPOL; em seguida, pedem documento aos abordados e, como há muitos brasileiros ilegais (e outros que não andam com documentos), estes bandidos se aproveitam e os obrigam a entrar no carro sob alegação de que estão irregular e precisam ir até a imigração. Cilada! Dentro do carro, passam a fazer ameaças de deportação, prisão ou pagamento de multas altíssimas (impagáveis) dizendo que chamarão a imigração e causam um profundo desespero a estes estudantes e, ao final, "pedem" uma quantidade de dinheiro que varia de 100 a 1000 dólares para os liberarem: Desesperado, o brasileiro com medo de perder todos os estudos e a possibilidade de se formar, entrega o que tem (além de dinheiro, celulares ou jóias ou qualquer coisa de valor). Em alguns casos, eles simplesmente colocam a arma na cara da pessoa e exigem o dinheiro em troca da vida. Há, ainda, casos de estupro.

Soube, somente esta semana, de três casos como esses; um, inclusive, a vitima pagou 1000 dólares aos marginais.

Dicas importantes

1- Não ande na rua como se estivesse na praia de Jericoacoara. Aqui é Bolívia. Abra os olhos, fique esperto.

2- Não ande sozinho ou sempre que for sair, avise ao colega de casa, de AP ou algum amigo qualquer dizendo a hora que voltará - evite morar sozinho. Se puder, more em local seguro. Sempre leve consigo documentos e tenha em mãos o celular de emergência do consulado (70823961 - 24h) ou de alguém conhecido.

3- Regularize sua situação no pais. Assim terá os mesmos direitos básicos que o cidadão boliviano e estará menos vulnerável.

4- Não aceite ser abordado na rua por pessoas suspeitas e que estiverem em carros não identificados. A INTERPOL tem carro oficial.

5- Nunca, jamais, em hipótese alguma entre em carro de pessoas que se dizem policiais sob alegação de que irão checar seus documentos na imigração, eles te levarão a algum lugar para roubar; esse não é o procedimento da INTERPOL e nem da polícia nacional. Se te pegarem sem documentos ou com documentos irregulares, eles tem que chamar a imigração no local. Se estiver irregular, pagará uma multa de cerca de 400 peso e deverá obrigatoriamente se regularizar, sob pena de ser, agora sim, deportado, por reincidência, caso pego novamente. Só poderão te deter se estiver cometendo algum crime.

6- Não dê dinheiro a ninguém; não suborne ou aceite extorsão de quem quer que seja. Somente sob a mira de arma ou ameaças a sua vida.

7- Informe-se. Leia sobre seus direitos e, acima de tudo, denuncie toda e qualquer tentativa de extorsão ou roubo. 

Locais onde mais vêm acontecendo estes sequestros:

a) Centro, perto da UNE.

b) Proximidades da UDABOL e UNIFRANS. Soube de dois casos na av. Busch

c) Terminal Bimodal.

d) Feiras como a da Siete Calles ou Los Pozos.



SCS, 31/08/2012

Links Uteis:


Consulado Geral do Brasil em Santa Cruz
Fale conosco do Portal Consular do Governo Brasileiro - ótimo para exigir melhores condições através do governo brasileiro
Leia a cartilha do estudante em Santa Cruz


Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...