sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Mais médicos, mais reviravoltas

E revoltas.
Minha opinião sobre a MP dos Mais Médicos não mudou; continuo sendo contra tudo isso da forma como é conduzida. Agora a pouco debatia, eu e a Miriã, sobre a necessidade de se ampliar o quadro de médicos no Brasil, sobre os salários dos médicos e outros profissionais da saúde e a problemática do SUS. Conclui que temos ideias melhores do que a do governo para melhor a saúde da população do Brasil; infelizmente.

Agora a pouco lia as últimas notícias de como anda essa medida dos Mais médicos.

Em Minas, a classe médica ameaça greve. Foram as ruas contra as medidas do governo e da aprovação, num primeiro momento, por parte do congresso, dentre elas, que o registro (CRM) possa ser concedido pelo Ministério da Saúde; uma bizarrice, essa medida. Protestam, também, pela chegada demais 200 médicos cubanos em Belo Horizonte. O CFM promete brigar na justiça para que o texto não seja aprovado.

E quando começar a morrer gente? Quem fiscalizará esses profissionais? Se eles terão um registro médico emitido pelo MS, então que o MS o fiscalize e, principalmente, corrija os erros que esses profissionais eventualmente cometam; e não os médicos com registro no CFM. É como criar um novo CREA para os engenheiros ou OAB para os advogados que não conseguiram passar na prova. Assustador.

Outra questão importante é: teremos duas categorias de médicos no Brasil, os com CRM e os com registro no MS; eu nunca pensei que a bizarrice fosse chegar a este ponto; é mais surreal do que Saramandaia.
Reações:

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...